Como os Aromas Podem Alterar o Nosso Estado de Espírito

Como os Aromas Podem Alterar o Nosso Estado de Espírito

No que diz respeito ao nosso estado de espírito, usar o aroma certo ou o aroma errado faz toda a diferença… Como podemos usar o poder das fragrâncias em nosso favor? Descubra já!

Bom humor

Alguns aromas, como a baunilha e a rosa, são aromas universais e apreciados pela maioria. Ambos promovem descontração e bom humor. Estes agradáveis aromas melhoram o nosso estado de espírito, mas por vezes também afetam o nosso julgamento. Estudos mostram inclusive que a presença de aromas agradáveis aumenta o dinheiro de apostas nos casinos. Quem diria?

Mais concentração

Certos aromas, tais como a hortelã-pimenta e o limão, são conhecidos por estimular o raciocínio e promover a concentração.

Sensação de conforto

Aromas de casa conhecidos podem ser reconfortantes. Aromas intensos criam geralmente uma sensação de conforto. Para criar a sensação de uma sala maior, opte por aromas de pepino, aloé vera ou citrinos. Para o efeito oposto, opte por aromas de especiarias, amadeirados e doces.

O aroma da sedução

O cheiro é um elemento essencial de sedução, especialmente no que diz respeito a sentir "química" com alguém. Estudos sugerem que as pessoas escolhem subconscientemente parceiros de acordo com as feromonas, (hormonas detetadas através do olfato).

Confiança e poder

Aromas tradicionalmente conhecidos por promover a confiança são a Orquídea e o Sândalo.

A nossa melhor sugestão para Elas é a Eau de Parfum Possess - The secret, um aroma inspirado na deusa nórdica Idunn (deusa da imortalidade). Esta eau de parfum é uma combinação feminina de notas de maçã e orquídea, com um rasto de sândalo.

Para Eles, sugerimos a fragrância igualmente poderosa Possess the Secret Man, que recria um acorde de Gelo que representa o raio de gelo controlado por Thor, um Deus nórdico conhecido por ser o mais forte dos deuses.

O que concluímos: não subestime o poder dos aromas. Utilize-os em seu benefício!

Fonte: oriflame.pt

Sem comentários