As Pessoas por Detrás dos Produtos da Oriflame

As Pessoas por Detrás dos Produtos da Oriflame

A Oriflame foi a primeira empresa de venda direta na Europa a disponibilizar produtos de cuidados do rosto com base em ingredientes naturais. Isto deve-se em grande parte às pessoas fantásticas que trabalham no Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento. Aproveite para conhecer melhor o instituto e o que por lá se faz.


Natureza e ciência - História


A Oriflame tem uma longa história em cuidados do rosto naturais. Em 1967, a apresentou produtos com menos perfume, com extratos de ervas e plantas, para reduzir o risco de alergias, o que rapidamente se tornou uma tendência da indústria – tornando a empresa pioneira em cuidados do rosto naturais.

Sempre teve um desejo incansável de melhorar e progredir, encontrando as soluções de cuidados do rosto mais eficazes e sustentáveis possível.

O compromisso da Oriflame para com a natureza e ambiente foi crescendo com o tempo. Os químicos que trabalham no instituto procuram incansavelmente novos ingredientes ativos naturais. Eles investigam plantas de todo o mundo, bem como outras fontes naturais, tais como meio marinho, biotecnologia e até o corpo humano, e fizeram fizeram avanços incríveis ao longo dos anos.

A Oriflame foi a primeira marca a introduzir a proteção UVA numa gama de cuidados do rosto naturais, e a única empresa de venda direta a desenvolver internamente as células estaminais vegetais.

A Oriflame foi a primeira marca a introduzir a proteção UVA numa gama de cuidados do rosto naturais,

Mais recentemente, a gama EcoBeauty foi a primeira da sua categoria a ser aprovada por quatro organizações independentes – Fairtrade, Ecocert, the Vegan Society e Forest Steward Council.


O segredo da Oriflame - "Fórmula Pessoas"


Estas inovações incríveis foram possíveis graças à cultura e mentalidade avançadas na Oriflame, e a Vice-presidente Sénior da Pesquisa e Desenvolvimento, Mary Lord, desempenhou um papel-chave na construção desta cultura.

Faz parte da empresa há já 35 anos, e desde o início que se assegurou que seriam recrutados não só os cientistas mais qualificados como também pessoas que conseguissem ter uma visão mais ampla do seu trabalho e pensar mais "à frente".

Hoje, a Oriflame tem mais de 100 cientistas criativos, curiosos e imaginativos de todo o mundo, a trabalhar nas instalações de Pesquisa e Desenvolvimento, em dois países – Suécia e Irlanda.

A Oriflame tem mais de 100 cientistas criativos, curiosos e imaginativos de todo o mundo, a trabalhar nas instalações de Pesquisa e Desenvolvimento.

Juntos, formam uma equipa empenhada com a inovação, e a sua cultura familiar inclusiva é cobiçada em todo o mundo.


Alain Mavon, Diretor na Investigação da Pele do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da Oriflame na Suécia e a Skin Care Specialist da Oriflame Portugal, Joana Soares.

A inovação constante requer testes, e o Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento aplicam a mesma atitude nesta área. Ter as suas próprias instalações de testes clínicos, Ori-derm, permite que os cientistas criem estudos e testes clínicos, que de outra forma seriam impossíveis.

Por exemplo, a equipa teve recentemente a ideia de medir os resultados da rotina de cuidados do rosto completa da Oriflame, comparando-os aos resultados obtidos com a utilização de produtos individuais.

Chegaram à conclusão que a rotina proporciona resultados 7 vezes superiores dos alcançados com a utilização de um só produto. Assim, a Oriflame ajuda os seus consumidores a alcançarem os resultados que desejam!

O Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento é essencial no desejo da empresa de criar uma mudança positiva e ajudar outras pessoas a mudarem as suas vidas para melhor.

Fonte: oriflame.pt

Sem comentários